Mundo

Abdel al-Sisi empossado para segundo mandato

O Chefe de Estado do Egipto, Abdel-Fattah al-Sisi, foi ontem empossado para um segundo mandato de quatro anos, após ser reeleito sem dificuldades nas presidenciais de Março.

Urna Angola-2017
Fotografia: EDIÇÕES NOVEMBRO

Numa sessão especial transmitida pela televisão estatal, a cerimónia de posse de Abdel Fattah al-Sisi perante os deputados, membros do Governo e as principais autoridades políticas, militares e religiosas do país, foi saudada por 21 disparos de canhão.
Abdel al-Sisi pronunciou um breve juramento em que se comprometeu a defender a Constituição, a independência do Egipto e a integridade territorial do Estado.
O Presidente, que chegou ao poder após um golpe de Estado em Julho de 2013, ganhou as suas segundas eleições em Março com cerca de 97 por cento dos votos válidos, numas eleições consideradas fraudulentas pela oposição.
Sisi tinha como único adversário Moussa Mostafa Moussa, um político desconhecido do grande público e adepto do regime, que obteve 2,92 por cento dos votos.
Entre os candidatos à corrida presidencial, alguns foram feitos prisioneiros - por violarem a lei, segundo as autoridades - enquanto outros desistiram, alegando estar a ser pressionados.  Eleito com 96,9 por cento dos votos em 2014, al-Sisi chegou ao poder um ano após o Presidente islamita Mohamed Morsi ser afastado do cargo pelos militares, na sequência dos protestos da população.

Tempo

Multimédia