Mundo

Aberto inquérito sobre morte de militares em Chibok

O Exército nigeriano anunciou a abertura de uma investigação sobre as circunstâncias em que um sargento-mor matou a tiro quatro colegas, no domingo, no nordeste da Nigéria, antes de virar a arma contra si mesmo.

O incidente ocorreu na mesma cidade, onde mais de 200 alunos de uma escola secundária foram sequestrados em Abril de 2014 por elementos do Boko Haram, indica o Exército nigeriano em comunicado.
No documento é explicado que uma equipa de soldados dirigida por um capitão garantia a segurança de fiéis que participavam numa missa de domingo, em  Chibok, quando recebeu uma chamada de socorro a indicar que um sargento-maior estava a bater nos civis sem que se soubesse porquê.
O capitão, acompanhado pelos seus homens, foi ao local e socorreram os civis. Mas enquanto ele tentava desarmar o soldado “indisciplinado”, o capitão foi abatido pelo sargento que em seguida virou a arma contra si próprio depois de abater quatro outros colegas.

Tempo

Multimédia