Mundo

Ataque à bomba mata sete pessoas em Benghazi

Pelo menos sete pessoas morreram e 20 ficaram feridas na explosão de um carro armadilhado no centro de Benghazi, no leste da Líbia, revelou fonte oficial.

 

 

Fotografia: DR

O veículo explodiu sexta-feira, perto do hotel Tibesti, numa avenida comercial onde a vida nocturna é animada, durante o mês de jejum muçulmano, o Ramadão, disse uma fonte policial. O ataque não foi reivindicado, mas o responsável líbio, que pediu o anonimato, acusou “células terroristas adormecidas de pretenderem enviar uma mensagem de que Benghazi não é seguro”. Benghazi, a segunda maior cidade da Líbia, localizada a cerca de mil quilómetros a leste da capital Tripoli, é controlada pelo chefe do Estado-Maior do Exército Nacional Líbio (ANL), autoproclamado pelo “homem forte” da região, marechal Khalifa Haftar. A 9 de Fevereiro, um atentado numa mesquita na cidade causou dois mortos e 75 feridos, e em 23 de Janeiro Benghazi sofreu um duplo atentado, igualmente numa mesquita, no qual morreram 40 pessoas.

Tempo

Multimédia