Mundo

Ataques aéreos matam civis

Pelo menos 20 civis, incluindo sete menores, morreram em bombardeamentos alegadamente realizados pela coligação internacional em duas zonas do Nordeste da Síria, na sua campanha contra o grupo extremista Estado Islâmico (EI), anunciou ontem, em Londres, o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

O bombardeamento mais grave ocorreu na noite de sexta-feira na localidade de Hadach, numa zona controlada pelo EI, onde morreram pelo menos 12 pessoas. Entre os mortos encontram-se uma mulher e os três filhos, além  de cinco pessoas, de uma mesma família, disse a ONG que adiantou que o número de vítimas pode aumentar por haver um número não especificado de feridos graves.

Tempo

Multimédia