Mundo

Atentado terrorista deixa várias mortes

Pelo menos 17 pessoas morreram hoje na sequência de um atentado terrorista - já reivindicado pelo grupo rebelde Al Shabab - contra a academia de polícia na capital da Somália.

Fotografia: Mohamed ABDIWAHAB

O porta-voz da polícia explicou à agência de notícias Associated Press que o bombista transportava um colete com explosivos, entrou na Academia de Polícia General Kahiye e escolheu como alvo os oficiais que se encontravam a fazer os exercícios físicos matinais.
Os polícias, disse o capitão Mohamed Hussein, ensaiavam as celebrações do dia Nacional da Polícia, que se assinala em 20 de Dezembro.
Todas as vítimas eram polícias. Além dos 17 mortos, 20 agentes da corporação foram feridos, acrescentou.
O atentado acontece numa altura em que a União Africana finaliza planos para reduzir a sua missão de manutenção da paz no país.
A Força integrada por 22 mil pessoas, implantada há dez anos na Somália, está programada para perder 1000 soldados até o final do ano como parte de um plano de longo prazo para se retirar do país e passar a segurança ao Exército da Somália.

Tempo

Multimédia