Mundo

Choque de comboio mata em Alexandria

A colisão entre dois comboios sexta-feira nos arredores de Alexandria, Egipto, causou a morte a 41 pessoas. O ministério da Saúde contabilizou 132 feridos, segundo uma nota divulgada ontem, e assinalava a hospitalização de 53 pessoas.

Durante toda noite, as equipas de socorro buscaram vítimas entre os destroços dos vagões, que está a ser já apontado como um dos mais graves acidentes ferroviários da história do país. A colisão terá sido causada pela paragem de um dos comboios na linha-férrea, após uma falha técnica. Devido à violência do choque, vários vagões descarrilaram num campo.
Na sexta-feira, o Presidente egípcio, Abdel Fatah al-Sissi, pediu uma investigação para que os responsáveis pelo acidente “prestem contas”.
O Egipto regista, com frequência, graves acidentes envolvendo comboios e veículos pesados, devido ao conhecido trânsito caótico, à circulação de veículos velhos e mal conservados.

Tempo

Multimédia