Mundo

FAO lamenta morte de jacques Diouf

O director- geral da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), Qu Dongyu, lamentou ontem a morte do ex-dirigente da agência, o senegalês Jacques Diouf, ocorrido sábado em França, por doença.

Fotografia: Dr

“Em nome da família da FAO, gostaria de expressar as nossas condolências à família de Jacques Diouf, que com paixão passou anos a transmitir experiência na luta contra a fome no mundo”, disse o director-geral em comunicado. O diplomata senegalês é reconhecido como um incansável defensor do fortalecimento da segurança alimentar e da agricultura sustentável e, de acordo com o comunicado da agência, vai continuar a ser lembrado através do Prémio Jacques Diouf da FAO, que a cada dois anos reconhece a melhor contribuição de pessoas, Estados e organizações para a segurança alimentar global. Sob sua liderança, a Organização das Nações Unidas, conseguiu uma maior colaboração do sector privado e iniciou
as operações de arrecadação de fundos para a celebração do Dia Mundial da Alimentação.

Tempo

Multimédia