Mundo

Governo recupera posição estratégica

O Governo da Líbia anunciou ter retomado o controlo da estratégica cidade de Gharyan após confrontos com as forças insurgentes, revelou ontem a AFP.

Forças do Governo após a retomada da cidade de Gharyan
Fotografia: DR

Gharyan foi a principal base de apoio logístico para uma ofensiva contra a capital, Tripoli, levada a cabo pelos combatentes liderados pelo marechal rebelde Khalifa Haftar, integrados no denominado Exército Nacional da Líbia (LNA), que ainda não confirmou esta perda.
Dezenas de pessoas morreram desde que o LNA iniciou a acção, no início deste ano, contra o Governo do Acordo Nacional (GNA), apoiado pela ONU e liderado pelo primeiro-ministro Fayez al-Serra.
A 2 de Abril, quando as forças de Khalifa Haftar lançaram uma ofensiva para ocupar Tripoli, chegaram a ocupar Gharyan, mas o avanço estagnou nas duas últimas semanas devido a uma forte reacção das forças governamentais.
Testemunhas no local disseram à agência de notícias Reuters que as forças leais ao GNA lançaram um forte contra-ataque nesta cidade, apoiado pela força aérea e que terá culminado com a sua ocupação.
Nas redes sociais, circularam imagens onde se podia ver elementos das forças do GNA em Gharyan e de supostos combatentes pró-Haftar a serem detidos.
Um porta-voz das forças governamentais disse à AFP que a reocupação de Gharyan foi uma “vitória significativa” que poderá levar ao “colapso” da campanha do marechal Haftar.

Tempo

Multimédia