Mundo

Libertadas estudantes raptadas na região norte dos Camarões

O bispo da cidade de Kumbo, região Norte dos Camarões, anunciou ontem a libertação das 170 jovens estudantes, recentemente raptadas por homens armados.

Fotografia: DR

Na semana passada, um grupo de homens atacou o Colégio Santo Agostinho, na cidade de Kumbo, na altura levaram consigo 170 estudantes e seis professores.
A libertação das estudantes e dos professores ocorreu ontem, após vários dias de negociações com os rebeldes, que as autoridades dizem pertencer a um dos grupos separatistas que lutam pela independência do Nordeste do país, perto da fronteira com a Nigéria.
De acordo com o bispo de Kumbo, Georges Nkuo, a negociação foi mediada por padres católicos, as autoridades mandaram encerrar o referido estabelecimento de ensino, por alegada falta de condições de segurança.
O problema de separatismo no Norte dos Camarões começou a ganhar força em 2017, com numerosos grupos rebeldes a realizarem ataques e raptos contra instituições e pessoas de expressão francófona, para pressionar o Governo a rever o estatuto da região.

 

Tempo

Multimédia