Mundo

Líder dos zulus anuncia demissão

O líder histórico do partido Inkhata, na África do Sul, anunciou domingo a demissão, após 44 anos no cargo, revelou hoje a BBC. Mangosuthu Buthelezi, actualmente com 91 anos de idade, dirigiu o partido representante da etnia zulu no período mais conturbado do regime do apartheid.

Fotografia: DR

Anterior membro do ANC, com o qual rompeu em 1975, Mangosuthu Buthelezi foi um dos fundadores do Inkhata, numa altura em que os zulus se debatiam em sangrentas guerras territoriais com militantes daquele partido , especialmente entre 1980 e 1990. "Não me apresentarei na corrida pela minha própria sucessão", declarou Buthelezi durante o congresso do partido, reunido no fim de semana em Ulundi. Pelo facto de ocupar a função de Primeiro-Ministro do território "independente" do KwaZulu, uma criação política do Governo do apartheid, Mangosuthu Buthelezi foi considerado um aliado das forças segregacionistas, o que ele sempre negou. Os zulu são o maior grupo étnico da África do Sul.

Tempo

Multimédia