Mundo

Martin Fayulu foi o mais votado nas eleições da RDC

Martin Fayalu, e não Félix Tshisekedi, como proclamado, venceu as presidenciais na República Democrática do Congo (RDC), segundo os dados das estações de voto electrónico utilizadas nas eleições, a que o jornal "Financial Times" (FT) disse ter tido acesso.

 

Antigo presidente da RDC
Fotografia: DR

Dados provenientes das estações de voto electrónico utilizadas nas presidenciais da RDC, correspondentes a 86 por cento dos votos escrutinados em todo o país, a que o diário britânico teve acesso, mostram que Fayalu obteve 59,4 por cento dos votos, contra uns muito distantes 19 por cento dos boletins escrutinados a favor de Tshisekedi.
O FT disse ter comparado estes dados com os resultados contabilizados manualmente pela influente Igreja Católica, que deslocou 40 mil observadores para acompanharem a votação e concluiu que os dois conjuntos de votos se "correlacionam quase exactamente" e, segundo especialistas, seriam "quase impossível" de terem sido falsificados. Estes dados contrariam com os resultados anunciados pela comissão eleitoral da RDC (CENI) no passado dia 10, que dão a vitória a Félix Tshisekedi, com 38,5 por cento dos votos escrutinados, contra 34,7 obtidos por Martin Fayalu, numa eleição que registou uma taxa de participação de 47,6 por cento dos eleitores registados.

 

 

 

 

Tempo

Multimédia