Mundo

Ministério Público CONGELa bens do favorito à vitória nas presidenciais

O Ministério Público (MP) junto do Pólo Judiciário Económico e Financeiro da Tunísia anunciou na quarta-feira o congelamento de bens do candidato presidencial tunisino e fundador do canal televisivo Nessma, Nabil Karoui, e do irmão Ghazi Karoui.

Fotografia: DR

Os dois homens estão igualmente proibidos de deixar o país, refere um comunicado do MP. Trata-se, segundo a mesma fonte, de medidas preventivas na sequência das acusações de corrupção contra os irmãos Karoui. Nabil Karoui é o presidente do Partido da Paz Social, recentemente rebaptizado de “No Coração da Tunísia”. De acordo com o comunicado do Ministério Público, os Karoui são acusados de branqueamento de capitais. Estas medidas preventivas foram tomadas no dia 28 de Junho.
Uma sondagem, datada de meados de Junho e realizada por um instituto privado de pesquisas, coloca Nabil Karoui à frente das intenções de voto com 23,8 por cento, seguido pelo professor universitário Kaïs Saïed, com 23,2.

Tempo

Multimédia