Mundo

Moise Katumbi regressa à RDC no próximo dia 20

O opositor congolês Moise Katumbi anunciou ontem aos microfones da RFI e da France 24, desde Bruxelas, que tenciona regressar à RDC no próximo dia 20.

Moise Katumbi
Fotografia: DR

“Saí do meu país num dia 20 de Maio e será a 20 de Maio que regressarei em definitivo”, disse o político congolês recentemente ilibado de todos os processos judiciais que o obrigaram a fugir do país.
Desde Bruxelas, onde actualmente reside, Moise Katumbi acrescentou que quando regressar à RDC tenciona efectuar uma viagem por todo o país para agradecer à população todo o apoio que lhe deu desde que foi obrigado, por Joseph Kabila, a exilar-se no estrangeiro para não ser detido.
Katumbi disse também que é sua intenção viajar de avião directamente de Bruxelas para Kinshasa e não por via terrestre, através da Zâmbia, como pretendeu fazer em Agosto passado quando queria formalizar a sua candidatura para participar nas eleições de Dezembro.
Depois de ter apoiado a candidatura de Martin Fayulu nas últimas eleições, Moise Katumbi felicitou recentemente o Presidente Félix Tshisekedi pelo triunfo nas presidenciais.
Na altura do envio das felicitações, Katumbi destacou como principais feitos conseguidos pelo novo Presidente da Repúblicas a libertação de todos os presos políticos e a promoção da abertura para a liberdade de expressão.
Actualmente, este político congolês define-se como um opositor à coligação formada pelas forças políticas que apoiam Félix Tshisekedi e Joseph Kabila, por considerar que “ela não traz nada de bom para o país.”

Tempo

Multimédia