Mundo

Novo Executivo tem a paz como principal prioridade

O Primeiro-Ministro sudanês, Abdullah Hamdouk, anunciou no domingo a no-meação do novo Governo composto por 22 membros, dos quais quatro mulheres, entre outras pastas, têm em mãos a dos Negócios Estrangeiros, noticiou ontem a Pana.

Fotografia: Dr

Numa conferência de im-prensa, realizada em Cartum, o Primeiro-Ministro declarou que o Governo busca, antes de tudo, instaurar a paz no país, o que lhe permitirá recuperar 70 por cento do orçamento que estava anteriormente destinado a alimentar a guerra no Sudão.
Abdullah Hamdouk chamou aos que combateram o anterior regime de “os nossos irmãos na luta armada”, que assim deixam de ser tratados como rebeldes na cena política e mediática sudanesa.
O novo Governo não integra nenhuma das personalidades políticas mais célebres do país, tendo o novo Primeiro-Ministro declarado que o Governo fará o melhor para retirar o nome do Sudão da lista de terrorismo.
“Devemos ser retirados em breve dessa lista. Esperamos, com o apoio da União Europeia e dos nossos irmãos dos países árabes e africanos, que possamos assumir compromissos com os americanos. Estamos certos de que isto vai acontecer”, afirmou.
Abdullah Hamdouk ma-nifestou ainda o desejo de ter mais mulheres e cristãos no seio do Governo, bem como uma forte representação das zonas marginalizadas e afectadas pelo prolongado conflito armado que dilacerou o país.

Tempo

Multimédia