Mundo

Parlamento aprova lei eleitoral

O Parlamento etíope adoptou hoje uma nova lei eleitoral, marcando, dessa forma, uma etapa importante na preparação do pleito, previsto para o próximo ano, não obstante as dificuldades logísticas e de segurança que o próprio Governo reconhece serem “enormes.”

Fotografia: DR

De acordo com a AFP, a nova lei foi aprovada numa sessão convocada de urgência para regular as condições que os partidos políticos terão que reunir para irem a votos.As eleições legislativas, federais e regionais estão actualmente previstas para 2020 e, de acordo com a promessa feita em 2018 pelo Primeiro-Ministro, Abiy Ahmed, serão “livres, justas e democráticas.” Segundo disse na altura, o pleito deverá marcar uma nova etapa nas reformas políticas então previstas, e neste momento concretizadas, nomeadamente com a libertação dos presos políticos, o levantamento da interdição pendente sobre determinadas forças e a assinatura de um acordo de paz com a Eritreia.
Neste momento, a grande preocupação das autoridades prende-se com as questões de segurança, para evitar a ocorrência de actos de violência, e o orçamento que já existe, mas que carece ainda de uma definição sobre as fontes onde arranjar os valores necessários. Sobre o conteúdo da lei agora adoptada, apenas haverá informações dentro de uma semana, quando ela for publicada no boletim oficial.

 

Tempo

Multimédia