Mundo

Polícia trava manifestantes na Tunísia

Quatro pessoas foram detidas, ontem, em Jelma, na região de Sidi Bouzid, no Centro da Tunísia, durante confrontos entre manifestantes e elementos das forças de segurança, indicou uma fonte policial tunisina, citada pela Pana.

Fotografia: DR

A cidade de Jelma ficou perturbada desde domingo à noite, devido ao encerramento da principal artéria da cidade por manifestantes, que, pela segunda noite consecutiva, queimaram pneus e destruíam agências das forças de segurança, tendo estas replicado com granadas lacrimogéneas.
Dois cidadãos líbios suspeitos de pertencer a uma suposta organização terrorista foram capturados e detidos no fim-de-semana, na cidade de Mahdia, a 200 quilómetros a sul da capital, Túnis, soube ontem a Pana de fonte de segurança tunisina. Os suspeitos são acusados de pertencerem a uma
das células do grupo extremista Estado Islâmico (EI), que actua na região.

Tempo

Multimédia