Mundo

Presidenciais marcadas para o dia 30 de Julho

O Presidente do Zimbabwe, Emmerson Mnangagwa, anunciou ontem a data de 30 de Julho para a realização das eleições presidenciais no país, cumprindo a promessa de organizar uma votação desde que subiu ao poder, em Novembro de 2017.

Fotografia: DR

Mnangagwa, também líder da União Nacional Africana do Zimbabwe - Frente Patriótica (ZANU-PF), no poder desde a independência em 1980, garantiu também que irá apresentar-se à votação.
Mnangagwa tornou-se Presidente do Zimbabwe, após uma intervenção das Forças Armadas, que pôs fim ao Governo de Robert Mugabe, que liderou o país desde a independência.
Como principal opositor terá Nelson Chamisa, que lidera o Movimento para a Mudança Democrática (MDC), político que sucedeu a Morgan Tsvangirai, líder histórico do partido que morreu em Fevereiro vítima de doença prolongada. Além de Chamisa, existem vários outros candidatos de partidos políticos pouco expressivos. Mnangagwa anunciou que o Governo trabalha para “eleições livres e transparentes”.

Tempo

Multimédia