Mundo

Presidente de Cabo Verde distinguido no Brasil

O Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, é uma das personalidades internacionais que vão ser agraciadas com o Troféu Raça Negra, a 20 deste mês, em São Paulo, no âmbito da 15.ª edição do prémio, disse ontem à imprensa fonte oficial, na cidade da Praia.

Jorge Carlos Fonseca leva troféu "Raça Negra"
Fotografia: Rogério Tuti | Edições Novembro

O prémio distingue personalidades e autoridades negras e não-negras que contribuem “para exaltar, enaltecer e divulgar o valor das iniciativas, acções, gestos, posturas, atitudes, trajectórias e realizações que tenham contribuído para o aprofundamento e ampliação da valorização da raça negra”.
Instituído pela ONG Afrobras (Sociedade Afro-Brasileira de Desenvolvimento Sócio-cultural), o prémio homenageia este ano a actriz e cantora brasileira Zezé Motta.
A organização justifica a atribuição do prémio ao Chefe do Estado cabo-verdiano como um “reconhecimento justo e oportuno àqueles que têm contribuído constantemente pela luta em favor da igualdade racial”.
Além de ter uma vida activa na política, Jorge Carlos Fonseca é escritor, jurista, ensaísta e colaborador de várias publicações literárias.
Antes de participar na 15.ª edição do Troféu Raça Negra, Jorge Carlos Fonseca faz-se presente na quinta edição da Festa do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra (Flink Sampa), que acontece entre 16 e 18 de Novembro  com o objectivo de oferecer acesso ao livro e à leitura, de forma totalmente gratuita. O evento   é organizado pela Faculdade Zumbi dos Palmares e pela ONG Afrobras e este ano  homenageia o escritor brasileiro Paulo Lins, autor do livro Cidade de Deus. Jorge Carlos Fonseca vai participar no debate “Literatura em Vozes Polifónicas”, que se realiza no dia 18 de Novembro, e também aproveitar para fazer o lançamento do seu mais recente livro “O Albergue Espanhol”.
Além do Presidente de Cabo Verde, o evento  conta   com a presença dos escritores cabo-verdianos Filinto Elísio e Arménio Vieira.

Tempo

Multimédia