Mundo

Presidente quer presos a trabalhar muitas horas

O Presidente tanzaniano, John Magufuli, afirmou ontem que os presos deverão ser obrigados a trabalhar durante mais horas e ser severamente punidos caso se recusem a fazê-lo.

John Magufuli falava durante a cerimónia de tomada de posse do novo director dos serviços penitenciários do país, a quem pediu mais rigor na gestão da comunidade prisional. Recentemente, o Presidente da Tanzânia tem vindo a perder uma parte significativa da popularidade depois de ter usado a comunicação social para proferir uma série de declarações polémicas, prontamente condenadas por diferentes organizações nacionais de defesa dos direitos humanos. Entre essas declarações, destaca-se as que visaram políticos da oposição, feitas sem qualquer prova documental, ou as que anunciaram a proibição de alunas grávidas frequentarem a escola.
A maioria dos detidos é homossexual ou são traficantes de droga.

Tempo

Multimédia