Mundo

Professores entregam um pré-aviso para greve que termina em Março

Os três sindicatos dos professores da Guiné-Bissau entregaram hoje um pré-aviso de greve para uma paralisação com início na quinta-feira e fim a 7 de Março.

Sindicatos dos professores entregam pré-aviso de greve
Fotografia: DR

Os três sindicatos continuam a exigir o pagamento de salários em atraso aos professos contratados que estão com dez meses de atraso, segundo porta-voz dos três sindicatos.

No início de Janeiro, os três sindicatos representativos dos professores assinaram com o Governo um memorando de entendimento, na presença da sociedade civil, associações de pais e do Presidente guineense, José Mário Vaz. Os sindicatos aceitaram então aguardar pela aplicação do Estatuto de Carreira Docente, que ainda estava em processo de publicação no Boletim Oficial, e pela regularização dos salários. Os professores guineenses estiveram em greve entre Outubro e início de Janeiro, levando a que milhares de alunos perdessem o primeiro período do ano lectivo.

Na sexta-feira, uma ameaça dos professores de regressarem à greve, que agora se confirma, provocou uma manifestação de estudantes que culminou em distúrbios e actos de vandalismo que a polícia, o Governo e a sociedade civil consideram terem sido feitos por infiltrados, tudo isto quando se está a um mês da realização das eleições.

 

Tempo

Multimédia