Mundo

Restos mortais de Tshisekedi vão regressar a Kinshasa

As autoridades congolesas vão enviar este fim-de-semana um avião a Bruxelas para repatriar para Kinshasa os restos mortais do presidente da União para a Democracia e o Progresso Social (UDPS), Etienne Tshisekedi.

Etienne Tshisekedi morreu em Bruxelas, a 1 de Fevereiro de 2017, mas os seus restos mortais continuam retidos na Bélgica, por causa dos desentendimentos entre o Governo, a sua formação política e a família, sobre as modalidades do funeral.

Tempo

Multimédia