Mundo

Tanzânia recusa ajuda estrangeira para resgatar jovem milionário raptado

O Governo tanzaniano negou a ajuda estrangeira para resolver o sequestro do empresário milionário Mohammed Gulamabbas Dewji, informou o vice-ministro do Interior, Hamad Massauni, citado pela Prensa Latina.

Fotografia: DR

Gulamabbas Dewji, cativo desde há uma semana, é considerado como o jovem mais rico do continente, desconhecendo-se até ao momento quem o mantém retido e os motivos que estão por detrás desse rapto. Segundo o diário “The Citizen”, o vice-ministro Masauni precisou que a Polícia Nacional pode “resolver o sequestro sem ajuda estrangeira”, sendo a segunda rejeição oficial do Governo para uma tal assistência.
Esta é a decisão do Governo tanzaniano ao pedido da oposição de convidar peritos estrangeiros para que investiguem o caso do sequestro ocorrido há quase uma semana, do multimilionário Dewji, de 43 anos, presidente do conglomerado MeTL Group.

Tempo

Multimédia