Mundo

Tribunal condena 22 jovens manifestantes por usarem bandeira berbere

Um tribunal da Argélia condenou, terça-feira, 22 jovens manifestantes a um ano de prisão por mostrarem bandeiras berberes em manifestações do movimento pró-democracia que contesta o regime político e as eleições presidenciais previstas para Dezembro.

Fotografia: DR

Segundo a AFP, o veredicto foi proferido após um longo e tenso julgamento, marcado por protestos à porta do tribunal. Cada um dos 22 condenados foi também multado em 30 mil dinares (cerca de 227 euros), acusados de ameaçar a unidade nacional ao agitarem a bandeira Amazigh, símbolo da identidade berbere.
O advogado de defesa Seddik Mouhous afirmou que planeia recorrer da decisão, alegando que a mesma vai contra a Constituição argelina.
Na próxima semana, outros 20 manifestantes serão julgados por motivos semelhantes.

Tempo

Multimédia