Mundo

Tribunal Constitucional confirma os resultados

O Tribunal Constitucional são-tomense proclamou ontem os resultados oficiais das eleições de 7 de Outubro, confirmando os 25 assentos para a ADI, 23 para o MLSTP-PSD, cinco para a coligação PCD-UDD-MDFM e dois para o Movimento de Cidadãos Independentes que tinham sido avançados pela Comissão Eleitoral Nacional.

Presidente são-tomense, Evaristo Carvalho
Fotografia: DR

Cinco dias depois de concluir o processo de reavaliação dos votos nulos e brancos, o presidente deste órgão, José Bandeira, agradeceu “a todos os que tornaram possível este exercício”, que considerou ter sido realizado com “transparência, isenção, rigor e verdade eleitoral”.
Perante estes resultados, o Presidente são-tomense, Evaristo Carvalho, vai agora decidir que partido chama para formar Governo, uma vez que nenhum obteve maioria absoluta no parlamento.
O maior partido da oposição, o Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe - Partido Social-Democrata (MLSTP-PSD) e a coligação PCD-UDD-MDFM já anunciaram a intenção de se coligar para formar Governo, uma vez que juntos têm maioria absoluta.
O partido no poder, Acção Democrática Independente (ADI) tinha  pedido uma recontagem dos votos nulos e brancos, por considerar que tinha havido fraude, mas essa recontagem pelo TC acabou por ditar os mesmos resultados em termos de mandatos já apurados pela CEN. São Tomé e Príncipe realizou eleições legislativas, autárquicas e regionais do Príncipe a 7 de Outubro.

Tempo

Multimédia