Mundo

Violência no Norte impede o progresso

O Presidente Filipe Nyusi apontou os ataques armados como um obstáculo ao desenvolvimento em Cabo Delgado, quando falava ontem na II sessão ordinária do Comité Nacional da Associação dos Combatentes de Luta de Libertação Nacional (ACLIN).

Presidente Filipe Nyusi
Fotografia: DR

“A instabilidade em alguns distritos de Cabo Delgado limita a capacidade do Governo de realizar projectos de desenvolvimento”, declarou Filipe Nyusi.
Os distritos da província moçambicana de Cabo Delgado têm sido palco de ataques de grupos armados desde Outubro de 2017, que já causaram a morte a mais de 100 pessoas, incluindo membros das Forças de Defesa e Segurança e dos atacantes, e destruído infra-estruturas económicas e sociais. As calamidades naturais, nomeadamente os ciclones que afectaram o centro e norte do país, também atrasaram os planos de desenvolvimento nas duas regiões, acrescentou o Chefe de Estado moçambicano.
Filipe Nyusi defendeu uma rápida mobilização dos recursos prometidos na conferência de doadores realizada este mês para a reconstrução das infra-estruturas sociais e económicas destruídas pelos ciclones.

Tempo

Multimédia