Mundo

Portugal ajudou Bolsonaro a ganhar nas redes sociais

A campanha do Presidente brasileiro começou a ser ganha no Twitter, Facebook e YouTube. A maioria dos apoios externos, nessa decisiva batalha online, foi agora localizada. A ideia de que as eleições, num país, são uma decisão soberana dos seus nacionais precisa de ser relativizada.

Jair Bolsonaro venceu as eleições no Brasil devido à Internet
Fotografia: DR

No Brasil, há agora provas de que a campanha presidencial que importa - a que decorre online - foi produzida dentro e fora do território. Quase me-tade dos propagandistas mais activos (44,5%) estavam além-fronteiras. Desses, 1.412 em Portugal. Esta é uma das conclusões de um estudo da Alto Data Analytics, uma equipa de cientistas informáticos e especialistas de dados, que estudou a campanha presidencial no Brasil nas redes online.
Portugal aparece identificado como o país estrangeiro onde foram produzidos mais conteúdos da campanha de Jair Bolsonaro. Essa divisão geográfica mostra, ainda, que vieram da Argentina e da Venezuela, em sentido contrário, a maioria das publicações afectas a Fernando Haddad, o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT).

Tempo

Multimédia