Mundo

Antigo presidente da TAP arguido por gestão danosa

Fernando Pinto, o antigo presidente da TAP que esteve à frente da companhia aérea durante 17 anos, foi constituído arguido por suspeita de gestão danosa. O gestor foi constituído arguido há cerca de um ano e meio, segundo o próprio, no seguimento de uma investigação especial feita pela Polícia Judiciária à compra da Varig Engenharia e Manutenção (VEM).

Fotografia: DR

Fernando Pinto afirma estar “serenamente” a aguardar julgamento e diz já ter dado “todas as explicações solicitadas” na fase de investigação. Creio que os factos em causa estão totalmente esclarecidos. O negócio da VEM foi um processo transparente e realizado de boa-fé pela administração da TAP com os dados que tínhamos à época e num contexto de essencial expansão da empresa e da sua área de manutenção”, afirmou Fernando Pinto . Luís Ribeiro Vaz, Fernando Alves Sobral, Michael Conolly e Luiz da Gama Mór, antigos gestores da companhia, foram também constituídos arguidos.

Tempo

Multimédia