Mundo

Antigo primeiro-ministro da Malásia preso por corrupção

A agência anticorrupção da Malásia anunciou ontem a detenção do ex-primeiro-ministro Najib Razak devido a um desvio multimilionário num fundo de investimento estatal e ainda que o político malaio enfrentará novas acusações em tribunal.

Fotografia: DR

O organismo declarou que Najib Razak - que esteve no poder entre 2009 e 2018 - foi detido ontem no seu escritório e será levado a tribunal hoje para enfrentar as acusações que lhe serão impostas. Razak já havia sido anteriormente acusado de crimes como quebra de confiança, corrupção e branqueamento de capitais num escândalo que envolveu o fundo estadual 1 Malaysia Development Berhad (1MDB).
O ex-primeiro-ministro sempre se declarou inocente. As acusações contra o ex-primeiro-ministro envolviam a transferência de 42 milhões de ringgit (10,3 milhões de dólares/8,8 milhões de euros) para as suas contas bancárias do SRC International, uma antiga filial do fundo 1MDB quando assumiu o poder em 2009. 

Tempo

Multimédia