Mundo

Após “brexit” vítimas do nazismo recuperam nacionalidade alemã

Centenas de vítimas do nazismo privadas de nacionalidade alemã pelo regime de Hitler e que se tornaram britânicas, ou seus descendentes, pediram passaporte alemão desde o referendo sobre a saída do Reino Unido da UE, segundo dados ontem  divulgados.

Fotografia: DR

O artigo 116-2 da Constituição alemã estipula que as pessoas e seus descendentes, privados da nacionalidade alemã "por razões políticas, raciais ou religiosas" entre 30 de Janeiro de 1933, data da ascensão de Adolf Hitler ao poder, e a capitulação de 8 de Maio de 1945 (data da vitória dos aliados sobre a Alemanha nazi), podem, a seu pedido, reconquistar a nacionalidade. Cerca de 43 pedidos foram feitos em 2015 e 684 em 2016, incluindo 657 após a vitória dos adeptos do 'brexit' no referendo de 2016.

Tempo

Multimédia