Mundo

Rússia nega ter violado espaço aéreo sul-coreano

A Rússia negou ter violado hoje o espaço aéreo da Coreia do Sul e disse que os seus aviões voavam sobre águas neutras do Mar do Japão, de acordo com os padrões internacionais, e a mais de 25 quilómetros das pequenas ilhas sul-coreanas de Dodko, noticiou a agência EFE.

Bombardeiros russos
Fotografia: DR

O Ministério da Defesa da Rússia respondeu em comunicado às acusações da Coreia do Sul de que aviões russos invadiram o seu espaço aéreo.Os militares russos declararam que dois bombardeiros estratégicos Tu-95MS das Forças Aéreas do país fizeram um voo de rotina naquela área quando “dois caças sul-coreanos F-16 se aproximaram deles e com manobras não-profissionais criaram uma ameaça à sua segurança”.

“Os pilotos sul-coreanos não se comunicaram com as tripulações do Tu-95MS, e depois de lançar foguetes (de defesa antimísseis) os F-16 afastaram-se dos aviões russos”, ressalta o Ministério.

De acordo com os militares russos, não é a primeira vez que pilotos sul-coreanos tentam impedir voos da Rússia sobre as águas neutras do Mar do Japão, adicionando uma “zona de identificação de defesa aérea arbitrariamente estabelecida pela Coreia do Sul”.

Tempo

Multimédia