Mundo

Assembleia-Geral abre em Nova Iorque

A Organização das Nações Unidas deu ontem início à 73ª Assembleia-Geral, que decorre até 5 de Outubro, em Nova Iorque, em que vão estar presentes líderes de 193 países-membros.

Líderes mundiais reunidos até 5 de Outubro
Fotografia: DR

A abertura da primeira sessão plenária, desta Assembleia-Geral, foi feita pelo Secretário-Geral da ONU, António Guterres.
A Assembleia-Geral discute, à semelhança de outros anos, a implementação de medidas mundiais, nas áreas da paz, justiça, sociedade, economia e saúde, em sessões plenárias e reuniões oficiais de alto nível.
Em destaque vão estar o combate às armas, promoção dos direitos humanos, desenvolvimento sócio -económico, coordenação da assistência humanitária no mundo e a prevenção de doenças crónicas, tuberculose, malária e SIDA.
O programa deste ano, inclui a Cimeira da Paz Nelson Mandela, com início a 24 de Setembro, em homenagem ao centenário do nascimento do líder sul-africano e vencedor de um Nobel da Paz, Nelson Mandela.
O debate geral tem início na terça-feira, 25 de Setembro, observa a duração de nove dias, será submetido ao tema “Tornar a ONU relevante para todos: Liderança global e responsabilidade partilhada para sociedades pacíficas, equitativas e sustentáveis”. A Assembleia-Geral é presidida por María Fernanda Espinosa Garcés, antiga ministra da Defesa, do Equador, quarta mulher a ocupar o cargo e a primeira da região da América Latina e Caraíbas.

Tempo

Multimédia