Mundo

Ataque armado mata onze taxistas

Onze taxistas morreram no sábado à noite em Joanesburgo, vítimas de um ataque armado  ao autocarro que os transportava e que provocou ainda quatro feridos graves, informou ontem a polícia sul-africana.

Fotografia: DR

De acordo com as autoridades, citadas pela agência Associated Press (AP), as vítimas regressavam do funeral de um colega, tendo o ataque ocorrido entre as cidades de Colenso e Weenen na província de KwaZulu-Natal, na província de Gauteng. A polícia está a investigar o crime e os motivos que levaram ao ataque. Segundo a AP, nos últimos meses, têm aumentado as tensões entre grupos de taxistas rivais que disputam as mesmas rotas, tendo estes conflitos gerado já violência mortal.
Em Maio, a imprensa sul-africana noticiou a morte de dez pessoas, na sequência de rivalidades.

Tempo

Multimédia