Mundo

Ataques israelitas causaram 22 mortos em Gaza desde terça-feira

Bombardeamentos israelitas causaram hoje quatro mortos na Faixa de Gaza, fazendo subir para 22 o número de palestinianos mortos desde o início dos ataques na terça-feira, indicou o Ministério da Saúde no enclave palestiniano.

Fotografia: DR

O ministério deu ainda conta de cerca de 50 feridos. Os ataques israelitas têm como alvo posições do grupo radical palestiniano Jihad Islâmica, que lançou à volta de 250 ‘rockets’ contra Israel desde o assassínio na terça-feira de manhã pelo exército de Israel de um dos comandantes do seu braço armado, as Brigadas de Al-Quds, na Faixa de Gaza.

O exército israelita indicou ter atingido edifícios da Jihad Islâmica em Khan Yunès, no centro da Faixa de Gaza, e um depósito de ‘rockets’.

Cerca de 90 por cento dos ‘rockets’ lançados a partir de Gaza para Israel foram interceptados pelo escudo antimíssil israelita, tendo os disparos causado alguns danos, mas nenhuma vítima mortal.

“Parem com os vossos ataques ou sofrerão ainda mais”, advertiu hoje o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, dirigindo-se à Jihad Islâmica.

Netanyahu disse ainda que o exército “responderá a cada ataque com um ataque mais violento”. A Faixa de Gaza, sob bloqueio israelita desde 2007, esteve envolvida em três guerras com o Estado hebreu em 11 anos.

Tempo

Multimédia