Mundo

Autoridades coreanas amnistiam condenados

A Coreia do Norte anunciou ontem amnistia para condenados por crimes contra o país e outras pessoas, por ocasião da comemoração do 70º aniversário da fundação do país asiático, a ter lugar em Setembro.

 

Fotografia: DR

A amnistia entra em vigor a partir de 1 de Agosto, revelou o Governo norte-coreano através da agência estatal de notícias KCNA, garantindo que serão tomadas “medidas práticas para ajudar as pessoas libertadas a reintegrarem-se na vida normal de trabalho.”
A Assembleia Popular Suprema (Parlamento) emitiu um decreto a 12 de Julho, prosseguiu a KCNA, sem dar mais detalhes sobre quantas pessoas estão envolvidas na amnistia.
“Proteger a vida independente e criativa das massas populares e servir o povo com total disponibilidade para materializar plenamente a ideia de dar primazia às massas populares” é “a exigência essencial do sistema socialista coreano e o princípio invariável das actividades estatais”, citou a agência estatal.
A Coreia do Norte vai comemorar a 9 de Setembro o aniversário da fundação do país, evento que nos últimos anos tem usado para recuperar o arsenal nuclear e balístico e que é esperado com grande expectativa após a reaproximação com a Coreia do Sul e a mudança diplomática na relação com os Estados Unidos da América, país com o qual efectivou uma cimeira histórica com vista à desnuclearização da península coreana.
O facto mostra uma ligeira abertura do país ao exterior.

Tempo

Multimédia