Mundo

BURKINA FASO : Processo contra golpistas novamente adiado a pedido da defesa

O processo judicial referente ao atentado de golpe de Estado de Setembro de 2015, no Burkina Faso, foi novamente adiado para 29 de Julho, segundo a AFP.

Fotografia: DR

De acordo com a agência, o adiamento deve-se ao facto de o tribunal estar a aguardar um parecer do Conselho Constitucional solicitado pelos advogados do general Gilbert Diendéré, um dos principais acusados. A 16 de Setembro de 2015, elementos da guarda presidencial tentaram derrubar o Governo de transição instalado depois da queda do antigo Presidente Blaise Compaoré, a 31 de Outubro de 2014, por uma insurreição popular, depois de 27 anos no poder.
É acusado no processo um total de 84 militares, que começaram a ser julgados em Fevereiro de 2018 e onde o general Gilbert Diendéré é tido como o principal instigador, de uma acção que matou 14 pessoas e feriu outras 270, tendo também assumido o Conselho Nacional para a Democracia, antes de ser forçado a render-se face à pressão popular.

 

Tempo

Multimédia