Mundo

Caças russos interceptam bombardeiro dos EUA no mar Báltico

O Kremlin está a acusar os EUA de agravarem a tensão com a Rússia depois de um bombardeiro ter sido avistado perto da fronteira.

Fotografia: DR

O Kremlin acusou ontem os Estados Unidos de provocação depois de um avião militar ter sobrevoado o Mar Báltico, perto da fronteira com a Rússia.
O bombardeiro B-52 norte-americano sobrevoou as águas internacionais, segundo alega o Kremlin, em direcção à Rússia. Interceptado por dois caças russos, acabou por se afastar, disse o ministro da Defesa russo, citado pela Reuters.“Limito-me a dizer que acções dos Estados Unidos como esta não levam ao fortalecimento de uma atmosfera de segurança e estabilidade na região”, disse em conferência de imprensa Dmitry Peskov, porta-voz do Kremlin. “Pelo contrário, criam tensões”.

Tempo

Multimédia