Mundo

China e Coreia do Norte reforçam as relações

A Coreia do Norte elogiou ontem a “invencibilidade” dos seus vínculos com a China, país que é aliado histórico, no encerramento de uma visita de dois dias do Presidente chinês, Xi Jinping, num momento de estagnação das suas respectivas negociações com os Estados Unidos, noticiou a AFP.

Líder chinês retribui visitas de Kim Jong-un a Pequim
Fotografia: DR

Kim Jong-un disse ao Presidente chinês que a sua visita era uma oportunidade para demonstrar “ao mundo a imutabilidade e invencibilidade da amizade entre a República Popular Democrática da Coreia e a China”, segundo a agência de notícias norte-coreana KCNA. No momento em que “estão a acontecer mudanças sérias e complicadas nos cenários internacional e regional”, afirmou a KCNA, os dois líderes concordaram em “promover uma estreita comunicação estratégica e desenvolver os interesses comuns”.
Xi é o primeiro Presidente chinês a visitar a Coreia do Norte em 14 anos, período no qual Pyongyang executou cinco testes nucleares e lançou mísseis com capacidade de atingir o território continental dos Estados Unidos, aumentando a tensão com Washington.
O líder norte-coreano viajou à China outras três vezes para encontros com Xi e Pyongyang desejava que o Presidente chinês retribuísse a visita, o que veio a acontecer.

 

Tempo

Multimédia