Mundo

Covid-19: Morrem dois generais próximos do Presidente do Egipto

Fontes próximas do Governo egípcio disseram, hoje, ao Jeune Afrique, que dois generais próximos do Presidente al Sisi morreram no fim-de- semana, no Cairo, vítimas da actual pandemia que está a afectar todo o mundo.

Bandeira do Egipto
Fotografia: DR

Tratam-se dos generais Shafie Dawoud e Khaled Shaltout, cujas idades não foram reveladas, mas considerados próximos colaboradores do marechal Abdel Fattah al-Sisi, Presidente do Egipto, segundo o jornal africano.
O primeiro era encarregue, no seio da autoridade de engenharia militar, dos megas projectos do Chefe de Estado, tal como a construção de uma nova capital, em pleno deserto.
O segundo dirigia o Departamento das Águas no seio da mesma agência pública.
O Egipto detectou o primeiro caso de Covid-19 há um mês, e conta entre os mais infectados, com 456 casos confirmados e 95 suspeitos, tendo já registado 21 mortos.
Tratam-se de duas baixas importantes no elenco governativo do Presidente al-Sisi que dentro de um ou dois dias deverá indicar os substitutos para que o país possa continuar a travar o combate à pandemia.

Tempo

Multimédia