Mundo

Covid-19: Vaticano cria fundo de emergência para áreas missionárias afectadas

O Papa Francisco instituiu esta segunda-feira um fundo de emergência para atender as áreas missionárias afectadas pela pandemia de Covid-19 e fez uma primeira doação de 750 mil dólares, divulgou o Vaticano.

Fotografia: DR

Desse modo, avançou o Vaticano, o Papa Francisco pretende ajudar as áreas da Ásia, América Latina e África, onde a escassez de meios combinada com o novo coronavírus pode criar situações de difícil gerenciamento. O Papa está a convidar toda a vasta rede da Igreja a enfrentar os desafios futuros”, disse o prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, cardeal Luis Antonio Tagle, num comunicado emitido pela agência de comunicação das obras missionárias.

Luis Tagle explicou que somente em África existem mais de 74 mil irmãs religiosas e mais de 46 mil padres que administram 7.274 hospitais e clínicas, 2.346 lares para idosos e vulneráveis e educam mais de 19 milhões de crianças em 45.088 escolas primárias e em muitas áreas rurais, sendo “os únicos prestadores de cuidados de saúde e de educação”.

O Papa convida os diferentes organismos da Igreja a contribuírem para esse fundo por meio das Pontifícias Obras Missionárias. Segundo o presidente das Pontifícias Obras Missionárias, arcebispo Giampietro Dal Toso, “pode ser demonstrado que ninguém está sozinho nesta crise”.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, já infetou mais de 1,2 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 70 mil. Dos casos de infeção, mais de 240 mil são considerados curados.

 

Tempo

Multimédia