Mundo

Criança guatemalteca morre na fronteira dos Estados Unidos

Uma criança guatemalteca, de 7 anos, morreu poucas horas depois de ser detida pela Polícia de fronteira norte-americana no Estado do Novo México, noticiou quinta-feira o jornal “Washington Post”.

Fotografia: DR

A criança, que atravessou ilegalmente a fronteira com o pai e mais uma dúzia de outras pessoas, morreu de desidratação, escreveu o jornal, citando o Serviço de Alfândega e Impostos norte-americano. Ela “não bebeu água, nem comeu durante vários dias” e entrou em convulsão oito horas depois de ser detida, sendo transportada de helicóptero para o hospital, onde morreu, de acordo com o “Washington Post”.
Desde meados de Outubro, milhares de refugiados da América Central viajaram em caravana até chegarem à fronteira mexicana com os Estados Unidos, onde esperam conseguir pedir asilo. O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, já ameaçou fechar toda a fronteira com o México e mobilizou milhares de militares para a região para conter qualquer tentativa de entrada ilegal no país.

Tempo

Multimédia