Mundo

Cuba e EUA retomam serviço de correio postal permanente

O serviço directo de correio postal entre Cuba e Estados Unidos, interrompido durante décadas e era realizado através de outros países, foi retomado de forma estável finalizado o plano piloto de quase dois anos, informou ontem uma fonte oficial.

O Grupo Empresarial Correios de Cuba e o Serviço Postal dos EUA “chegaram a um acordo para implementar de forma permanente, em voos directos, o intercâmbio de correio postal entre os dois países”, refere uma nota do serviço postal cubano difundida pela Agência Cubana de Notícias.
Este é mais um passo no agora quase paralisado processo de normalização das relações entre a ilha e o seu vizinho do norte, iniciado em 2014 pelos então Presidentes Barack Obama e Raul Castro, e que incluiu a reabertura mútua de embaixadas e o restabelecimento dos voos directos, entre outros objectivos.
O serviço postal entre os dois países foi suspenso em 1968 depois da explosão de uma bomba proveniente de Nova Iorque num carregamento postal. Desde então, e durante 48 anos, a ligação postal entre os dois países passou a ser feita através de uma terceira nação.

Tempo

Multimédia