Mundo

Demitida directora da prisão onde foram mortos onze detidos

A directora da Polícia Judiciária do Burkina Faso, a comissária Néné Ouedraogo, foi exonerada das funções depois da demissão do comandante da Unidade Anti-Drogas (UAD), noticiou ontem a imprensa local citada pela Reuters.

Fotografia: DR

A exoneração da directora, segundo a Polícia tem, a ver com a questão da morte de onze detidos nas instalações policiais. Na segunda-feira, o procurador junto do Tribunal de Grande Instância de Ouagadougou anunciou a morte no domingo, nas instalações da UAD, de onze pessoas que estavam detidas pela Polícia.

Tempo

Multimédia