Mundo

Detido líder de grupo terrorista acusado de várias explosões no Irão

O líder do grupo terrorista 'Tondar', acusado de ser o responsável por explosões ocorridas em 2008 e 2009 no Irão, foi detido pelas autoridades, anunciou hoje o Governo iraniano.

Fotografia: DR

O anúncio foi feito pelo ministério das Informações do Irão, que, segundo a agência espanhola Efe, não detalhou em que circunstâncias é que o líder do 'Tondar', Jamshid Sharmahd, foi detido. O grupo, com sede nos Estados Unidos da América é apontado como o responsável por uma explosão ocorrida no Irão, em 12 de janeiro de 2009, no mausoléu do fundador da República islâmica, Ruholá Jomeiní.

Além disso, o grupo é também acusado de ter planeado várias operações, "em grande escala", que não tiveram sucesso, e de uma explosão ocorrida em 2008 na mesquita Seyed al-Shohada, na cidade Shiraz, que provocou 14 mortos e 215 feridos. Também conhecidos como Comité da Monarquia do Irão, a organização Tondar é opositora ao regime iraniano e tem sede na cidade norte-americana de Los Angeles.

O grupo tem como objectivo derrubar o regime da República Islâmica e restaurar a antiga monarquia iraniana.

Tempo

Multimédia