Mundo

Efectivos iraquianos controlam o aeroporto

O Comando das Operações Conjuntas do Iraque informou ontem que a polícia retomou o controlo do aeroporto militar da disputada província de Kirkuk, no noroeste do país.

Soldados e polícias expulsaram rebeldes de área estratégica
Fotografia: Ahmad al-Rubaye | AFP

Num comunicado, o comando assinalou que a Polícia Federal iraquiana e o corpo policial de resposta rápida impuseram a segurança sobre o aeroporto de Kirkuk, a chamada base de Al Hurriya. As forças iraquianas continuam a avançar para recuperar áreas no território disputado de Kirkuk, depois que o primeiro-ministro do país e Comandante-chefe das Forças Armadas, Haidar al Abadi, ordenou ontem uma operação militar.
O comando também indicou que as suas unidades recuperaram a principal base militar de Kirkuk e uma importante companhia petrolífera, ambas no noroeste do país.
“As Forças Antiterroristas concluíram o desdobramento de suas unidades dentro da base militar K1 de forma completa”, informou num comunicado o Comando de Operações Conjuntas do Iraque.
Esta base, estabelecida pelo Exército dos Estados Unidos em 2013, foi sede da 12ª divisão do exército iraquiano, mas as tropas curdas assumiram o seu controlo durante a ofensiva contra o Estado Islâmico em 2014.
Além disso, o comando anunciou numa outra nota que as forças iraquianas recuperaram ontem a Companhia de Petróleo do Norte, os campos de petróleo de Baba Karkar e o povoado de Lilian, situados a noroeste da cidade de Kirkuk.
Fontes militares - que pediram anonimato - disseram a agência Efe que as tropas iraquianas conseguiram controlar o distrito estratégico de Tuz Khurmatu, ao sul da província de Kirkuk, onde se encontra a localidade homónima e que pertence à província de Salahuddin, depois que as unidades curdas recuaram para a província de Suleimaniya, ao leste. Kirkuk é rica em petróleo e se transformou no principal centro de tensões.

Tempo

Multimédia