Mundo

Comissária europeia ameaça Facebook

A comissária europeia da Justiça admitiu hoje que perdeu a “paciência” com a demora do Facebook em adoptar as medidas necessárias para se adaptar às regras europeias em matéria de defesa do consumidor e ameaçou a empresa com sanções.

Fotografia: DR

“A minha paciência es-gotou-se. Embora o Facebook me tenha garantido que iria finalmente alterar os termos de serviço enganosos até Dezembro, isto arrasta-se há demasiado tempo. É tempo de parar com promessas e passar à acção. Se as alterações não forem plenamente implementadas até final do ano, solicitarei às autoridades dos consumidores que actuem rapidamente e sancionem a empresa”, declarou Vera Jourová.
A comissária com a pasta dos Consumidores falava numa conferência de im-prensa em Bruxelas para dar conta dos resultados de reuniões mantidas com as em-presas Airbnb e Facebook, às quais a Comissão Europeia reclama alterações nas respectivas condições de serviço para respeitarem plenamente a legislação europeia em matéria de defesa do consumidor.
Se em relação à Airbnb, esta plataforma ‘online’ de turismo local se comprometeu a proceder a todas as al-terações reclamadas por Bru-
xelas até final do ano, já relativamente ao Facebook “o progresso foi muito limitado”, lamenta a Comissão Europeia, que considera que os novos termos de serviço adoptados em Abril passado pela rede social norte-americana contêm “uma apresentação enganosa das ca-
racterísticas principais” dos seus serviços.
“Em particular, o Facebook diz agora aos consumidores que os seus dados e conteúdos são usados unicamente para melhorar a sua ‘experiência’ global e não menciona que a empresa usa esses dados para fins co-merciais”, acusa a Comissão Europeia.

Tempo

Multimédia