Mundo

Independentistas acusados de confrontar o Estado de Direito

O ministro da Justiça de Espanha acusou ontem os independentistas da Catalunha de fazerem “jogo sujo” e procurarem “a confrontação com o Estado de Direito”, no dia em que os separatistas tentaram empossar um Presidente que pode vir a ser detido.

A sessão de investidura de Jordi Turull, que está prevista para as 17h00 local no Parlamento regional catalão (Parlament), visa “promover uma confrontação com o Estado de Direito, com as instituições”, disse o ministro Rafael Catala à rádio Onda Cero.

Tempo

Multimédia