Mundo

Justiça francesa investiga Fillon

A justiça francesa anunciou ontem que vai prosseguir o inquérito que visa François Fillon, candidato da direita às presidenciais em França, suspeito de ter beneficiado a própria mulher com um emprego fictício.

“As investigações vão continuar”, refere um comunicado da Procuradoria francesa, acrescentando que as provas ainda estão a ser recolhidas. O relatório da Polícia sobre o suposto emprego fictício de Penelope Fillon, casada com o candidato da direita francesa às presidenciais de 23 de Abril, foi enviado na quarta-feira à Procuradoria. O inquérito preliminar, com data de 25 de Janeiro, e que partiu de notícias publicadas na imprensa, indica que, alegadamente, foram utilizados fundos públicos na contratação fictícia de Penelope Fillon como assistente parlamentar do marido.

Tempo

Multimédia