Mundo

Roménia e Lituânia condenadas por serem cúmplices da CIA

O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem condenou ontem a Roménia e a Lituânia por serem “cúmplices”, entre 2004 e 2005, do programa de prisões secretas da CIA - (Agência Central de Inteligência) dos Estados Unidos, permitindo que os detidos sofressem “tratos desumanos”.

De acordo com a entidade, em ambos os casos foram violados os artigos da Convenção Europeia dos Direitos Humanos, relativos à proibição da tortura, os direitos à liberdade e à segurança e o respeito pela privacidade.
No caso da Roménia, o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem (TEDH) considerou que também foi violado o direito à vida e a abolição da pena de morte.
Em causa está a detenção de Zayn Al-Abidin Husayn e Husseyn Muhammad Al Nashiri, no Paquistão e no Dubai, no início da operação “guerra ao terror”, após o ataque de 11 de Setembro de 2001.

 

 

 

Tempo

Multimédia