Mundo

Forças especiais matam por engano

Nove membros da família do presidente do Senado afegão foram mortos por engano e oito ficaram feridos durante uma operação das forças especiais afegãs em Nangarhar, noticiou a agência France Press que citou o porta-voz do governador daquela província.

Familiares do líder do Senado foram alvejados
Fotografia: DR

“Na noite de segunda-feira, nove civis foram mortos numa operação das forças especiais, no distrito de Chaparhar. Oito civis, incluindo uma mulher e uma criança, ficaram feridos. Todos pertenciam à família do presidente do Senado”, disse Attaullah Khogyani.
“Uma delegação foi enviada de Cabul para proceder a um inquérito sobre o incidente”, adiantou a mesma fonte.
O governador da província de Nangarhar, Hayatullah Hayat, citado pela agência de notícias Associated Press, anunciou a morte de nove pessoas por engano, oito das quais civis, no decorrer de um ataque a uma casa, realizado pelas forças armadas afegãs.
No total, morreram nove pessoas nesta incursão das forças armadas afegãs na noite de segunda-feira, há ainda a registar mais oito civis feridos, referiu o governador.

Tempo

Multimédia