Mundo

Furacão Michael deixa rasto de devastação

O furacão Michael, que se move da Flórida para o Estado da Georgia passou a tempestade tropical, e já matou duas pessoas, entre elas uma criança de 11 anos.

Milhares de residências foram destruídas e outras ficaram sem energia eléctrica
Fotografia: DR

O rasto de destruição deixado pelas chuvas e ventos fortes é visível, com casas destruídas, bairros inundados e milhares de residências sem energia eléctrica.
Um homem morreu quando uma árvore caiu sobre uma casa em Greensboro, no estado da Flórida, e a criança, de 11 anos morreu na Georgia.
Conta a CNN que se sabe que algo caiu sobre a casa em que a menina se encontrava, no condado de Seminole.
O fenómeno é a terceira tempestade mais forte de sempre a passar pelos Estados Unidos, desde o furacão Andrew em 1992.
Segundo o Centro Nacional de Furacões, está previsto que Michael volte a ficar mais forte a qualquer momento e à medida que se move para a costa Este e se torna um ciclone pós-tropical.

Milhares de deslocados na Índia
Na Índia, duas pessoas morreram e mais de 300 mil foram desalojadas devido a um forte ciclone que atingiu ontem o leste do país  causando enormes danos em  casas, quedas de árvores e postes de electricidade. />O ministro do Trabalho de Andhra Pradesh, Kinjarapu Acchan Naidu, adiantou que uma mulher morreu após ser atingida por uma árvore.
Um homem morreu quando a casa onde vivia desabou no distrito de Srikakulam na sequência das fortes chuvas, de acordo com o ministro.
Segundo o Departamento Meteorológico da Índia, a tempestade ciclónica Titli, ou Butterfly, com ventos de 150 quilómetros por hora, causou chuvas fortes nos distritos costeiros a leste de Orissa e algumas zonas do estado vizinho Andhra Pradesh.
As escolas foram fechadas e as viagens aéreas e ferroviárias foram reduzidas. As autoridades também instalaram mais de 800 abrigos que reabastecem com alimentos.Várias cidades e aldeias do distrito de Gajapati estão sem electricidade e ligações telefónicas e algumas estradas estão bloqueadas.
As fortes chuvas também atingiram o distrito de Srikakulam, no estado de Andhra Pradesh, na fronteira com Orissa, afectando a circulação ferroviária e a rodoviária.

Tempo

Multimédia